quinta-feira, 13 de julho de 2017

CONSULTAS PARA CONGELAMENTO DE ÓVULOS

Bom, depois de pesquisar bastante sobre as clinicas e principalmente sobre os médicos (eu não queria errar de novo em relação a isso), eu marquei 2 consultas diferentes. 

A Primeira foi com a Dra. Maria Clara no centro de Reprodução Humana do Mater Dei. O centro é novo, mas a dra foi muito bem recomendada por uma amiga que também tinha sido paciente do outro médico e destestou como ela foi sendo tratada ao longo do tratamento  (mas eu só descobri isso, depois de perguntar pra ela sobre congelamento... não sabia os detalhes do tratamento dela.. aí ela foi me explicando tudo). Enfim...  Ela mudou para a dra. Maria Clara e disse que o tratamento tinha sido outro nível! Muito mais humano e detalhado. Ela não estava errado ! A dra é uma gracinha mesmo! Ela me explicou cada detalhe, cada fase, tudo o que estava aocntecendo no meu corpo ... foram quase 2 horas de consulta! 


Eu saí de lá com a certeza de que iria congelar! Saí com os valores de todo o procedimento e comecei a fazer outras pesquisas. Agora, eu já tinha um norte de quanto custava. E comecei a conversar com um monte de gente para pegar outras indicações e valores. Foi aí que me pareceu um outro medico muito bem recomendado e que a clinica possuía preços melhores. Fui lendo, conversando e só tinham coisas boas para falar de lá. Mesmo com preço menor.  (O que confirmava de que preço, beleza e luxo não indicava bom atendimento e humanidade - vai por mim, quando se está passando por isso, você fica ainda mais sensível! E humanidade, carinho e atenção não têm preço nessas horas! )

Essa segunda consulta foi numa clinica chamada Fertibaby, com o dr. Leonardo. Demorei a conseguir um horario mais proximo. Mas em poucos dias já me ligaram por que havia desistência para o dia seguinte. Topei na hora! Estava ansiosa demais para esperar mais 2 meses pra começar! 
Bom, ele é um pouco mais seco que a dra, mas ele foi bem firme, realista com as chances, sincero em me falar que eu não ia ter quase nada de óvulos para congelar e que ele não podia garantir que no descongelamento todos "sobreviviriam". Me disse quais minhas chances de ser mãe, mesmo se eu não conseguisse congelar. E se depois, quando fizer a tranferência, se não desse certo... Foi sensivel ao falar que era um valor alto para um risco grande de não dar certo. E foi ele quem explicou que mesmo depois da menopausa, eu poderia gerar um filho! Com a doação de óvulos. O que eu também não sabia até então... enfim... mesmo sabendo que talvez não dê certo, eu quis arriscar! 

E eu estava no meu 2º dia de menstruação. E é exatamente nesse dia que se começa o tratamento. Não pensei 2 vezes. Falei que já queria começar! 

Então ele me explicou todo o processo. Isso era numa terça feira, dia 10 de julho. Tomaria a minha 1ª injeção naquela hora. Voltaria no sábado, dia 15 para fazer outro ultrassom e começar com a outra etapa de injeções. 

Hoje, enquanto escrevo, ainda é quinta! Estou ansiosa para saber como meu corpo reagiu a essa medicação! 

Vou fazer um post pra cada etapa das mediações e com os valores. Para que vocês possam ter uma noção real do quanto custa. 


Ahhh... sobre  que me fez escolher entre os dois médicos? Eu adorei a dra. Maria Clara! De verdade! Que jeito de falar, de explicar, de te deixar calma e ao mesmo tempo séria. 
Mas o tratamento com o dr. Leonardo (que eu também gostei bastante) estava com preços bem melhores. Eu já sabia dos valores da clinica dele. E se eu não gostasse dele, eu estava disposta a fazer com a dra. mesmo sendo mais caro. Mas juntaram as duas qualidades na Fertibaby!

MINHA HISTÓRIA SOBRE A MENOPAUSA PRECOCE

Tudo começou com as minhas tias. Tenho 8 tias (irmãs da minha mãe). Sendo que 3 delas não puderam ter filhos. Uma por menopausa precoce  (com 30 anos), outra com má formação do útero e uma outra que não foi a fundo para saber o que aconteceu com ela. Lembrando que elas descobriram isso há quase 40 anos atras e eram muito humildes. Não tinham dinheiro para exames, médicos e acompanhamento. 

Bom, por terem esse problema, minha mãe sempre teve o medo que eu pudesse vir a ter a mesma coisa. E desde pequena ouço ela falando na minha cabeça que eu tinha que casar e ter filhos cedo, que eu não podia esperar, que eu tinha que correr e blá blá blá... 

Mas a minha vida não foi exatamente como minha mãe imaginava. Não me tornei uma moça que casaria cedo e assumiria uma casa. Estudei e quis viajar o mundo antes de tudo. E com isso, nunca quis casar com os meus namorados. Mas ela não parava de falar na minha orelha.

Com 28 anos, resolvi procurar uma renomada clínica em Belo Horizonte especializada em reprodução humana. Marquei uma consulta e expliquei o caso. Fiz os exames que o medico chamou de "mapa hormonal", onde continha o famoso exame de FSH. O que é esse exame? Eu também não sabia! 

Lembro que levei os resultados.Apreensiva. O doutor então me disse assim:
-  "você quer ter filho? Então você precisa engravidar o quanto antes. De acordo com seus exames, eu te dou até uns 31 ou 32 anos pra engravidar sem problemas. Aí eu te garanto que você poderá ser mãe. Depois dessa idade, eu já não posso garantir." 
 Ele falou desse jeito! Lembro das palavras dele como se fosse agora! 

Aí eu falei:
- "Mas eu não sei se eu vou engravidar. Estou namorando. Mas não sei como vai ser minha vida. Se eu vou casar com ele ou não... se vai dar certo..."

Aí ele disse que eu teria esses anos pra providenciar um filho e que voltasse lá em 3 anos pra repetir os exames. E já foi se levantando e se despedindo! E eu totalmente sem reação! Sem palavras! Sem mais explicações! Sem alternativas! Sem nada!!! E fui saindo junto com ele e ele me despachou! Chorei até chegar em casa! Fiquei muito triste e essas palavras não saíram da minha cabeça. Mas ao mesmo tempo, a reação dele tinha sido tão normal, como se eu não tivesse nada de muito diferente... ele falava rindo, brincando... não me deu nenhum tipo de explicação ou alternativas de tratamento ou qualquer outra informação... foi um misto de "será que eu vou ser mãe? Mas se não é nada de grave..."

Eu estava namorando... e parecia ser pra valer e acabei não preocupando demais por que esse meu namorado era louco pra ser pai e tal. Tanto que noivei ! Acabou que não casei e rompemos! Foi uma época muito dificil, meu casamento estava todo pago, tudo pronto e demorei muito tempo pra me recompor. Não queria pensar em mais nada! 

Mas o tempo não me esperou.... e meus 31 anos chegaram! 

Eu comecei a namorar outro rapaz há 1 ano! E estou apaixonada! Sabe quando você acha que achou o amor da sua vida? Pois eh.. tipo assim! Tudo mil maravilhas .... até minha mãe começar de novo o mesmo papo, todos nossos amigos cobrando casamento, filhos, minha cunhada teve outro bebê e ai "reascendeu" o amor por criança... e tambem já era a hora de refazer os exames. 

E aí... meu mundo começou a ficar cinza nessa hora! 

Voltei naquele médico (que hoje eu vejo a burrice que eu fiz!!!!!!! De ter escutado só ele e ainda ter voltado nele!!! Mas é a clinica "referência" da cidade! A mais cara e mais chique! afffffff vocês vão entender por que tomei ódio do médico de lá). 

Eu já tinha voltado nele algumas vezes pra fazer consultas de rotinas e preventivos. Dessa vez, ele só me pediu pra ficar 3 meses sem anticoncepcional pra refazer o mapa hormonal. ok. parei! 


Os 3 meses se passaram e meu resultado deu 12,9 para FSH.  (o valor referencia é de no máximo 8).
O que isso significa?

O FSH (Hormônio Folículo Estimulante) é o hormônio que estimula a ovulação.
Se a mulher tem uma boa quantidade de óvulos, o nível de FSH é baixo (abaixo de 10). Quando a reserva ovariana está diminuida (próximo da menopausa) os valores começam a subir. Quanto maior o valor do FSH, pior é o prognóstico reprodutivo daquela mulher.
  

Mas eu ainda não sabia desses detalhes e o médico sabichão falou o que?
- "Você tem um exame aqui que está mais alterado. Pra sua idade, ele não podia dar esse valor e com isso você tem 3 opções: engravida agora, não faz nada e entrega o destino pra Deus ou congela os óvulos." -  Desse jeito! Não explicou o que estava acontecendo, por que, o que eu poderia esperar de cada uma dessas 3 opções que eu tinha... mais nada!  

Aí eu falei com ele que eu namorava e que não estávamos pensando em ter filhos agora por que meu namorado não queria ter filhos e as coisas não eram assim, engravidar de outro qualquer tão rápido. E ele só balançando a cabeça. Aí perguntei:

- "Eu não tenho uma opção de tratamento pra esse exame que deu alterado?"

E ele bem seco, foi levantando em direção a porta e me chamando com a mão pra eu me levantar também e sair. E respondeu com o sorriso mais falso do mundo: 
- "Tem! Sexo! Pensa direitinho no que você quer fazer! Fica com Deus!" E me levou até a saída!

Quem é esse medico sensível? Dr. Jorge Abel Nepomuceno, da clínica Origen,  de Belo Horizonte.  

Mais uma vez fui convidada a me retirar da sala dele e ele sorrindo! Com aquele sorriso mais falso do mundo! E eu não tinha reação, gente! Mais uma vez, peguei meu carro e fui chorando pra casa. Nem pra tentar me "vender" o serviço de congelamento o homem não prestou!!! Pelo menos eu ia ter explicações do que que se tratava! Mas nem pra isso!! Ele me expulsou do consultorio!!! Me fez levantar e ja abriu a porta, colocou a mão nas minhas costas e foi andando comigo pra saída! Sorrindo! Como se eu tivesse ido tomar o chá da tarde! Agora, eu me sinto uma idiota! Por que deveria ter falado "opaa! Peraí ! como assim? me explica direito!"... mas eu não tive reação! Eu não sabia o que pensar!


Eu não ia ter filho agora, eu não queria entregar pra Deus e fingir que não estava acontecendo nada e não sabia nada sobre congelar óvulos! Tirei fotos dos exames e mandei para minha cunhada que estava terminando residencia de ginecologia. Ela me respondeu explicando o que era FSH direitinho e que eu deveria consultar um outro especialista em reprodução por que eu deveria estar entrando na menopausa precoce. Foi aí que eu comecei a entender por que que eu estava com esse exame alterado: os meus óvulos estavam acabando! E quando esses óvulos acabam, você entra na menopausa, para de ter menstruação e não pode mais ter filhos próprios. E para eu saber exatamente o quanto minha reserva de óvulos estava afetada, eu deveria fazer um exame endovaginal para a contagem de óvulos. Isso me daria a real noção da minha situação. E com esse exame, eu deveria fazer o impossivel para congelar os ovulos. 

Até então, a palavra menopausa precoce não tinha entrado no vocabulario do medico famoso! Ele não tinha me falado que minha reserva ovariana estava no final ( e ela já estava ruim quando eu tinha 28 anos! Ele já deveria ter me incentivado a congelar meus óvulos lá!!!!! E não ter esperado 3 anos pra refazer o teste!!! E sabe o que eu descobri quando fui em outra clinica com outro medico??? EU NÃO TENHO OVULOS SUFICIENTES NEM PARA FAZER O CONGELAMENTO!!!!!!!!!!!!

SE CONGELA, NO MINIMO 12 OVULOS DE QUALIDADE (voce retira todos os óvulos existentes no ciclo e seleciona, no mínimo os 12 melhores para congelar) !
 EU SÓ TENHO 7 OVULOS POR CICLO!!!! (eu ainda tenho que descartar os óvulos "ruins" dentre esses 7... o que siginifica que pode nem ter 1 ovulos bom")


ENTENDERAM A MINHA REVOLTA COM O MEDICO ????????? Eu refiz o exame depois dos 3 anos! Mas já era tarde demais!!! Se com 28 anos já estava alterado, FSH baixo, ele tinha que ter explicado o que estava acontecendo! Eu não sou médica! Eu não tenho obrigação de saber! 
Pra vocês terem ideia, eu nem sei quanto que o FSH estava com 28 anos, devido a falta de importancia que ele tratou o caso. !

 Eu vou fazer todo o processo de congelamento e pode ser que no final, eu nao consiga congelar nenhum ovulo! O tratamento está custando cerca de 13 mil reais. Caso eu queria tentar retirar outros ovulos em um outro mês, para poder somar aos bons que sobrarem, eu posso. Mas aí, terei que fazer todo um novo processo com mais medicamento e outra coleta... e mais 13 mil reais!  Quem tem 26 mil reais sobrando aí gente?? 

To brava só de estar escrevendo pra vocês! Com raiva pelo descaso com o que eu fui tratada. 
No proximo post eu começo contando sobre as outras duas consultas em duas outras clinicas que eu fui e como comecei o processo! 

Beijos!! E desculpem a raiva! rsrs
















MENOPAUSA PRECOCE: o que é?

Vou começar explicando de uma maneira bem simples o que é a menopausa precoce. Isso ajudará a entendermos de onde tudo começou e ao mesmo tempo, quais são as opções que nós temos, quando isso acontece.

Pra isso, vou pegar algumas partes de outros sites e figuras.

O QUE É A MENOPAUSA PRECOCE?

A menopausa precoce ou prematura é causada pelo envelhecimento dos ovários antes do tempo, ocorrendo a perda de óvulos em mulheres com menos de 40 anos, o que traz problemas de fertilidade e dificuldades para engravidar em mulheres mais jovens. Em uma fase inicial, o envelhecimento precoce dos ovários pode ser um problema silencioso, que não causa sintomas, pois a mulher pode continuar tendo a menstruação, e sem saber pode estar caminhando para uma menopausa precoce.

Se você tem menos de 45 anos e recebeu um diagnóstico de menopausa precoce, é porque seus  óvulos saudáveis estão se esgotando e talvez não sejam mais  capazes de serem fecundados e gerarem uma gravidez. 

POR QUE ACONTECEU COMIGO? 

O envelhecimento antecipado dos ovários pode levar a uma menopausa precoce, e esta pode ser causada por fatores como:
  • Alterações genéticas no cromossomo X que podem ser diagnosticadas através de um exame genético;
  • Mãe ou avó com histórico de menopausa precoce;
  • Doenças autoimunes;
  • Deficiências enzimáticas como a Galactosemia, uma doença genética causada pela falta da enzima galactose, podem levar ao aparecimento da menopausa precoce;
  • Quimioterapia e exposição exagerada a radiações como ocorre na radioterapia, ou a certas toxinas como as do cigarro ou dos pesticidas;
  • Algumas doença infecciosas como Caxumba, infecção por Shigella e malária, podem também raramente provocar a Menopausa Precoce.
Além disso, a retirada dos ovários através de cirurgia em casos de tumor ovariano, doença pélvica inflamatória ou endometriose, por exemplo, também provoca a menopausa precoce na mulher, pois não existem mais ovários para produzir estrogênio no corpo.


COMO EU SEI QUE ESTOU ENTRANDO NA MENOPAUSA PRECOCE?

Geralmente, em uma fase inicial, o envelhecimento precoce dos ovários pode ser um problema silencioso, que não causa sintomas, pois a mulher pode continuar tendo a menstruação como de costume, e sem perceber pode estar caminhando para uma menopausa precoce.

A menopausa precoce é causada por uma deficiência na produção do hormônio estrogênio no organismo, e causa sintomas idênticos aos da menopausa como:
  • Ciclos menstruais irregulares, com intervalos longos, ou ausência completa de menstruação;
  • Instabilidade emocional como mudanças bruscas de humor e irritabilidade sem causa aparente;
  • Diminuição da libido e falta de desejo sexual;
  • Ondas de calor repentinas, que surgem em qualquer ocasião e inclusive em locais frescos;
  • Suor excessivo, especialmente durante a noite;
  • Secura vaginal.
Resultado de imagem para menopausa desenho

O diagnóstico da menopausa precoce deve ser realizado pelo ginecologista, e é geralmente feito quando existe ausência de menstruação ou quando esta é irregular, e através da realização de exames de sangue que permitem a dosagem dos hormônios FSH, estradiol e de prolactina, de um teste sanguíneo de gravidez que avalia a possibilidade de gestação ou de um teste genético.
Quando não existem sintomas, o envelhecimento prematuro dos ovários é geralmente diagnosticado apenas quando a mulher esta tentando engravidar e tem dificuldade, ou quando realiza tratamentos com hormônios para avaliar sua fertilidade.
Além disso, o envelhecimento prematuro dos ovários pode causar outros problemas além da diminuição do número de óvulos, como aumento das chances de aborto, má qualidade dos óvulos que restam ou maiores chances de doenças genéticas, risco aumentado para desenvolver doenças cardíacas ou doenças ósseas como osteoporose, e maior tendência para ter problemas de depressão ou ansiedade.


E AGORA? QUE QUE EU FAÇO?

Essa é a minha pergunta principal! O que que eu vou fazer? Essa é a base dos nossos próximos posts. Não vou tratar sobre os calores, reposições hormonais e afins (por enquanto). Por que eu não cheguei nessa fase! Eu ainda não estou na menopausa precoce! Eu fui diagnosticada com baixa reserva de óvulos devido à menopausa precoce que está se aproximando! E com isso, perca a possibilidade de gerar filhos. Essa é a questão, entendeu? Eu só tenho 31 anos e já não vou poder ter filhos! Assim.. tão nova!
Vou começar um tratamento para fazer o congelamento dos meu últimos óvulos restantes para ser mãe no futuro! E quero compartilhar essa história com vocês!


No próximo post vou contar a minha história!

Mas vou continuar aqui sobre o tratamento da menopausa precoce para que não fique incompleto:

O tratamento da menopausa precoce é feito através de tratamentos de reposição hormonal com estrogênios, que servem não só para aliviar os sintomas causados pela falta de estrogênio no organismo, como também para manter a massa óssea e evitar o surgimento de doenças como a osteoporose.
Além disso, para diminuir os sintomas da menopausa precoce o tratamento pode ser completado com a prática de atividade física regular, com uma dieta rica em soja, castanha e gengibre, por exemplo, e com suplementos alimentares como a lecitina da soja, de acordo com indicação do médico. Além disso, na alimentação deve ser evitado o consumo de cafeína, de chá verde e de chá preto, e de alimentos ricos em gorduras.
Em casos onde a mulher pretenda engravidar, dependendo do envelhecimento que os ovários apresentam, podem ser feitos tratamentos de fertilidade como fertilização in vitro ou estimulação dos ovários com hormônios.

 

Vamos falar sobre outro assunto? Menopausa precoce e fertilização

Olá queridas!

Ando sumida demais, né? Mas não deixei de responder voces por email e nem pelo meu celular não, viu? Estou sumida apenas sobre posts novos.
Mas... é aquela velha falha de falta de tempo e até mesmo sobre falta de assunto hehe Não fiz nenhuma outra cirurgia plástica. Fiz apenas pequenos tratamentos como peeling, aplicações e etc. Mas nada muito expressivo.

Agora, eu resolvi compartilhar com vocês sobre outro assunto que tem sido bem complicado na minha vida: menopausa precoce!

Resultado de imagem para menopausa precoceE comecei a ler sobre algumas coisas, conversar com as pessoas... e vi que muitas mulheres têm algum tipo de problema ou conhece alguem que tem. E o pior de tudo é que esse assunto é muito pouco falado e quando ele aparece, afeta nossa vida toda! E por ele ser precoce, não estávamos preparadas para receber uma notícia dessas!

Sei que é um blog de cirurgia plástica. Mas eu queria desabafar por aqui e ao mesmo tempo, tentar ajudar algumas pessoas.

Na minha opinião, a pressão que a mulher sofre em relação a ter filhos e a se enquadar em uma "formação de família perfeita" é a pior parte de todas. Esse relógio interno que fica fazendo o tic tac tic tac + a cobrança dos parentes e amigos infernizam nossa vida! 



segunda-feira, 12 de setembro de 2016

SILICONE: 04 meses - fotos antes e depois

Olá meninas!

Me desculpem! Eu sei que demorei demais para postar minha evolução! Mas agora vai! rsrs

Então.... por aqui está tudo ótimo com minha prótese e com meu visual! Na verdade, gostando cada dia mais! Sabe aquele aspecto do balão inchado? Vai diminuindo a cada mês e se tornando mais natural.

Estou escrevendo com quase 4 meses após a cirurgia e já estou fazendo praticamente tudo. Minha vida é praticamente normal agora. Estou falando praticamente por que ainda ficam aqueles receios, inseguranças e algumas vezes uma dorzinha em fazer algumas coisas. Por exemplo:

-  Eu já durmo de lado há muito tempo. Mas ainda não tenho a segurança de relaxar meu corpo com o peso todo se eu deitar de bruços. E quando deito e fico um tempinho a mais, me dá uma dorzinha incomoda.

- Ainda não consigo ficar sem sutiã por muito tempo. De vez enquando, quando vou sair a noite em uma festa eu vou sem. Mas confesso que fico morrendo de vontade de voltar pra casa pra poder colocar o sutiã. Por que a sensação é de um peso maior e eu fico com aquele receio de que tá pesando onde foram dados os pontos.

- Sobre a academia, eu voltei com 30 dias. Mas só comecei a fazer exercicios de braços agora, com 4 meses. E mesmo assim, pegando bem leve e evitando movimentos onde abro os braços. Mesmo estando liberada, eu ainda me sinto mais segura pegando leve, sabe?

- Ainda sinto apenas 1 mama doloridinha. A outra mama (o outro lado) eu não sinto nada! É como se nao tivesse prótese lá. Voltei ao médico e ele disse ser normal. E que cada organismo tem um jeito de se recuperar.

- No mais, acho que está tudo normal mesmo. Muito desses receios são particulares (não quer dizer que todo mundo irá sentir as mesmas coisas que eu). Então, tome esse meu relato como um exemplo e não como um determinante, ok?

Indo ao que interessa, vou postar minhas fotos para vocês darem uma olhada:


Antes
Essa foto abaixo eu tirei logo após a retirada dos pontos. Não me recordo ao certo mas foram com cerca de 10 a 15 dias.
10 dias depois da cirurgia




04 meses depois da cirurgia

Não sei se repararam, mas eu já tinha uma diferença muito grande de uma mama pra outra. Elas já eram muito diferentes, tanto em posição, formato e tamanho. Isso é muito normal, o famoso "todo muindo tem um lado diferente do outro". E com o silicone, essa diferença acabou sendo AMENIZADA.

Comparação do antes e depois de 4 meses  





Agora vem a parte que eu acho muito mais legal do que essas fotos sem sutiã: a diferença com a roupa!
Gente... vocês não tem noção de como é colocar uma blusa que antes você não usava por que ela ficava muito sem graça e sem "vida". E agora... você achar que nem parece que é você! Muito gostoso isso! E vou colocar como deu diferença no meu biquini. Reparem que é o mesmo biquini!!! O mesmo! E olha como eu pareço outra pessoa com ele.




Antes
 
Depois com 4 meses


E aí meninas? Eu estou amando! E vocês? Como foi a experiência que tiveram?

Fiquem com Deus! Beijos


terça-feira, 24 de maio de 2016

SILICONE: fotos antes e depois da cirurgia

Olá queridas!


Até que enfim chegou o dia da cirurgia para a colocação da prótese mamária, hein? Confesso que estava super ansiosa e até cheguei a pensar em desistir. Sabe aquela vozinha interior que fica falando "pra que você vai fazer isso? Só por vaidade? E se der errado? E se ficar feio?...". Ela não saía da minha cabeça. Mas agora, depois de feito, eu já estou pensando o por que não tinha feito isso antes?!? 

Bom, vamos ao que interessa! 

Eu não sabia qual o tamanho que iria colocar. O Dr. Yuri me pediu fotos como referência, que pudessem mostrar exatamente como que eu queria ficar. Foi bem difícil achar foto de seios sem sutiã e não aguentava mais ver mulher pelada na minha frente rsrsrs mas daí me dei conta de que era difícil achar um peito realmente bonito e do jeito que eu queria. Mas mandei. 

Chegando na Clínica, foi bem rápida toda a preparação para entrar no bloco cirúrgico. Já entrei pro meu quarto, a enfermeira já me deu a camisola, o chinelinho descartável e a touquinha. Enquanto acabava de me trocar o Dr. Yuri já chegou para fazer a marcação no meu corpo e eu aproveitei pra mostrar mais uma vez como eu esperava sobre o tamanho do meu peito. Por que assim, eu não queria ficar "peituda", eu queria preencher a parte de cima do peito para que desse aquela "voltinha" entre os seios e ficasse igual "bundinha de bebê", deu pra entender?? rsrsrs Ele me deixou super tranquila e me disse que ficaria muito bonito do jeito que eu queria e que tinha entendido direitinho. 

Essa foto abaixo foi tirada na clínica, antes da marcação. Note que eu queria preencher meu peito e que um lado era diferente do outro. Tanto o formato, quanto a altura da aréola. 

Posso fazer um desabafo??? Eu queria colocar silicone e achava meu peito pequeno e sem
"gracinha". Mas quando eu tive que tirar a foto do Antes, pra poder colocar aqui no blog, que eu vi como meu peito era muito diferente um do outro. Se você está em dúvida, tire uma foto assim! Você vai se resolver na mesma hora hehehe... juro, gente! Se eu já tivesse tirado uma foto, eu já teria feito a muitos anos atrás! Sério!


Antes do silicone


Em seguida, a enfermeira me chamou e fomos para o bloco. 

Fui deitada na maca, uma assistente da anestesista pegou um acesso na minha mão e a anestesista chegou me explicando que iria me sedar, que me daria a anestesia peridural (aquela na coluna) mas que eu não iria ver e nem sentir nada por estar sedada. E me pediu para ficar de lado para facilitar a anestesia. Olha, quando eu comecei a me virar eu já não me lembro de mais nada! Apaguei!!!!  Foi muito tranquilo quanto a isso! E quando eu menos esperava, eu já estava assim:



Logo após a colocação do silicone

Foi colocada a prótese da Euro, 325cc em ambos os lados.  
Minha cirurgia demorou 55 minutos.

Fui acordar na sala de recuperação e só me lembro de estar sentindo frio e pra variar reclamando e chamando enfermeira rsrsrs mas eu não lembro de quase nada. Depois, já estava no quarto, com minha mãe colocando mais cobertores em mim e passando a mão no meu cabelo. Dormi por mais um tempo e chegou o lanche da tarde. Comi e não tive nenhum mal estar.

Quando acordei mais ciente de tudo, não sentia nenhuma dor realmente expressiva. É claro que incomoda! Mas nada demais. A hora que mais doeu foi na hora de fazer xixi. Por que não é bom levantar logo depois da anestesia. Então, tive que usar aquela coisa horrorosa chamada "comadre" pra isso. Mas a parte ruim é que você precisa elevar seu quadril. E nessa hora que doeu. Mas foi rápido e logo passou. 

Mais tarde eu jantei, dormi super bem, fiquei no soro até no outro dia e não tive nenhum problema. 

No outro dia o Dr. Yuri passou pra me ver, abriu o sutiã pra ver o curativo e o aspecto da mama e me deu alta. 

Achei que fosse ficar muito tonta ao me levantar pela primeira vez. Mas não fiquei. Pude ir ao banheiro, dei 2 voltinhas pelo corredor e a enfermeira me liberou para poder tirar o acesso e estar de fato liberada para ir pra casa. Andar de carro que foi a parte ruim. O balanço fez doer mais. Mas cheguei em casa, me deitei, tomei um remédio pra dor e fiquei bem de novo. 

Ficar deitada não dói em nada! Mas quando precisa se levantar que dá o incomodo maior. Nos dois primeiros dias, eu sentia uma pressão no peito, como se fosse uma leve falta de ar (mas conversei com minhas amigas e quase todas sentiram a mesma coisa) e isso faz com que você queira ficar mais deitada. Não tinha problema em comer nada, mas a posição ereta não era boa. E eu acabava ficando sem apetite, como se fosse pra acabar logo com essa hora de comer e deitar de novo. Mas a cada dia que passa, sua evolução é notória. 

Sabemos que só fica realmente bom com 90 dias... mas e aí o que que vocês acharam? Eu estou amando!













Espero que tenha sido detalhista o bastante!
Vou postar minha evolução para vocês! 

Beijos



quinta-feira, 12 de maio de 2016

SILICONE: principais dúvidas

Gente,

posso ser sincera? Ai que medo que eu estou em colocar essa prótese mamária... ou melhor, não é medo... mas aquela insegurança de resultado como eu também sentia antes de fazer minha lipo, sabe? Acho que é mega hiper normal ficar assim. Mas eu tinha esquecido dessa ansiedade louca pré operatória! Estou igualzinho a vocês pesquisando e fazendo perguntas em outros blogs que falam de silicone!
Olhe como é a vida, né? hehehe


Então... como já estou pensando no lado de vocês também, eu enviei algumas perguntinhas básicas para meu médido, Dr. Yuri, falando que era para nosso blog e ele topou me responder gentilmente!
Eu tenho milhões de dúvidas ainda... mas acho que são mais por ansiedade do que por não saber a resposta mesmo... e você? Também está assim? Ou também esteve?

Vamos lá:


01 - Todas as mulheres podem colocar silicone? Existe alguma contra indicação para a colocação de prótese mamária?
Toda mulher com condições pré operatórias adequadas que não possuem doenças limitantes para se submeter ao procedimento pode sim realizar mamoplastia de aumento. 


02 - É verdade que a prótese precisa ser trocada a cada 10 anos?
Antigamente, quando se iniciou a produção de próteses, a industria recomendava  a troca obrigatória de 10 em 10 anos. Atualmente, com a evolução das novas próteses, não existe mais prazo para troca. A troca pode ocorrer em caso de retração capsular e ou em raros casos rejeição.


03 -  O que devo levar em consideração ao escolher (ou concordar) sobre qual prótese o medico me indicar?
Voce deve levar em consideração se seu médico está usando prótese que já está consolidada no mercado. Pesquise na internet sobre ela.

04 - Como devo escolher qual formato e qual tamanho de prótese devo colocar?
O formato e o tamanho da prótese deve ficar a cargo de seu médico. Sua obrigação como paciente é explicitar seus anseios. Se voce estiver com um bom médico certamente ele vai entender e procurar realizar o procedimento com o resultado mais próximo do seu objetivo.


 05 - Quais são as opções de como a prótese será colocada? Qual a melhor opção?
Cada profissional tem suas peculiaridades e a via de acesso deve ser indicada em cada caso.E ser bem avaliada pelo bom profissional que executa.


 06 - Há alguma melhor opção para que a cicatriz fique o menos percepctvel possível?
A boa cicatriz depende, primeiramente, de uma boa técnica de fechamento dos planos cirurgicos, incisões bem indicadas e por consequência, de cuidados pós operatórios do paciente.


07 - "Quero que meus seios fiquem iguais aos da minha amiga" - isso é possivel? O que eu devo levar em consideração ao desejar um resultado igual ao de alguém?
Primeiro, depende das caracteristicas de cor, pele e formato da mama de sua amiga e as suas características. E se é somente o implante ou tem indicação de mastopexia (cortar sua mama). Segundo, tenha muito cuidado em avaliar por que o que é bonito em sua amiga não necessariamente vai ficar bonito em você. O bom profissional deve avaliar o paciente como um todo e explicar de forma honesta e clara o que pode ser feito.


08 - É uma cirurgia considerada simples ou complicada?

Qualquer procedimento cirurgico tem seus riscos associados. Mas seguindo todo o protocolo o risco é muito baixo.


09 - Qual tipo de anestesia é usada?
A anestesia depende do caso e do profissional que irá fazer. Mas pode ser por peridural, geral e ou até sedação com anestesia local, que acho arriscado.


10 - É uma cirurgia com o pós operatorio muito dolorido?
Só o implante de prótese é uma cirurgia super tranquila quanto a dor. Principalmente se a prótese for no plano sub-glandular (em cima do músculo).

11 - Preciso passar a noite no hospital/clínica ou posso ir embora no mesmo dia?
Quanto ao periodo de internação deve-se respeitar a orientação de cada profissional. Normalmente, se operação ocorrer pela manha, pode ir para casa no final da tarde. Mas para maior precaução, é melhor ir no outro dia pela manhã.


12 - Preciso voltar ao médico pra fazer troca de curativo depois de alguns dias?
Isso depende de cada orientação e conduta médica.


13 - Quanto tempo preciso para voltar a dirigir e a levantar os braços para atividades normais como lavar a cabeça?
Depende do tipo de cirurgia. Se for somente o implante você poderá estar liberada dentro de alguns dias. Mas se for mastopexia (corte na mama) o prazo é maior e deve respeitar a orientação de cada profissional.


14 - Quanto tempo preciso usar o sutiã indicado pelo médico?
Varia de 1 até 3 meses. Cada médico tem uma conduta.


15 - Depois de quanto tempo eu vou poder me sentir segura o bastante para usar roupas sem sutiã no dia a dia e sem precisar sentir aquele receio de que o peito "está pesando"?
Isso depende do tipo de cirurgia e da evoulução de cada organismo.

16 - Depois de quanto tempo poderei retornar as atividades fisicas?

Se for somente o implante de prótese pode voltar normalmente com 30 dias. Devendo respeitar a orientação de cada profissional.


17 - Por esticar a pele, vou ter estrias? E o que devo usar antes e depois da cirurgia para evitá-las?
O risco de estrias pode acontecer sim. E nao é culpa do médico.Dependerá mais de sua constituição de pele. Podem ser usados alguns cremes e óleos para a hidratação da pele e como forma de prevenir o aparecimento das estrias. Mas o principal é torcer para você ter uma pele boa. Porque boa parte do aparecimento ou não das estrias dependerá de sua genética. Lógico que quanto maior o implante maior será o risco de estrias.


18 - Quais são as complicações mais comuns que podem acontecer quando se coloca o silicone?
Depende do tipo de complicações se imediatas ou tardias. As imediatas são seromas e hematomas. As tardias são retração capsular ou rejeição. Apesar de existirem o indice é considerado baixo.


19 - Silicone antes ou depois de ter filho? A prótese mamária pode atrapalhar na amamentação?
Não existem estudos que comprovem que o uso de implante mamário comprometa a amamentação, independente do plano (acima ou abaixo do músculo). Isso por que as glândulas mamárias se mantêm mesmo após o implante. Mas você deve ter em mente que pode estar nos 30% das mulheres que não produzem leite. Mas se atentar que isso acontecerá independente de cirurgia ou não.


20 - Depois da amamentação, o seio com silicone tem alguma tendência a ter uma queda maior do que um seio sem silicone?
Óbvio que quanto maior o peso, maior é a chance de ptose (queda). Mesmo sendo maior essa chance, creio que não é tão significativa a ponto de você protelar em realizar seu desejo de por sua prótese.

21 - A prótese pode causar ou atrapalhar o diagnóstico de cancêr de mama?
O bom profissional deve pedir exames de rastreamento prévio à cirurgia como mamografia, Ultra Som das mamas, raio-X do tóraz e etc. Com esses exames em mãos, ele poderá avaliar se há alguma alteração na saúde da paciente. Estando tudo certo, ele poderá operar com segurança. É importante lembrar ás pacientes que guardem todos esses exames realizados antes da colocação da prótese. Justamente para após a cirurgia a paciente ter parâmetro de acompanhamento pelos profissionais de saúde.Mas não há indícios de que a prótese cause ou aumente o índice de um cancêr.



E aí?? Alguma outra pergunta pendente? Espero ter ajudado vocês a ficarem mais tranquilas, assim como eu fiquei!

Beijos!